Florianópolis divulga plano de ação para temporada de Verão

As ações visam ampliar a testagem de pessoas suspeitas de Covid-19, ampliar a fiscalização de medidas sanitárias vigentes e orientar à população.

SUS Municipal -Desde o dia 1 de dezembro a Prefeitura está contratando mais profissionais de Saúde para compor o Sistema Único de Saúde Municipal. Já foram contratados, até o momento, mais 10 médicos, 44 técnicos de enfermagem e 13 enfermeiros para Centros de Saúde e Upas. Há, no momento, processo aberto para o chamamento de mais 6 médicos, 6 técnicos de enfermagem e 3 enfermeiros. A contratação ocorrerá até a segunda quinzena de janeiro.

Ampliação de testagem -A ideia é que sejam criados mais centros de testagem, e um local para testes na modalidade drive-thru. Para as implantações, a Secretaria está estudando locais e estruturando contratos.

Investigação epidemiológica – A Vigilância Epidemiológica assinou um termo de colaboração com o Estado do Paraná para disponibilizar um novo sistema de banco de dados. Haverá ainda, ampliação do quadro de funcionários de agentes de vigilância. O município está buscando também a contratação de aplicativo para aumentar a rapidez na investigação epidemiológica.

Vacina covid-19 – Atualmente, a Capital já possui 115 mil agulhas e 325 mil seringas estocadas para vacinação contra a doença. Foram ainda separados R$ 20 milhões, do orçamento já aprovado pela Câmara de Vereadores de Florianópolis, para a compra direta do imunizante, caso seja necessário. O SUS Municipal já tem capacidade geral de armazenamento para mais de 3 milhões de doses de vacinas.

Alô Saúde Floripa – Seguirá fazendo atendimento 24h para todas as pessoas da cidade que estejam com suspeita da doença ou qualquer outro problema de saúde. Na temporada o serviço será ampliado para disponibilizar teleconsulta médica 24h, vinculada ao atendimento do Alô Saúde, ou seja, a população poderá ligar e já ter a sua consulta. Para este serviço a Secretaria de Saúde está buscando empresas para abrir processo licitatório. 

 Fiscalização – Eventos seguem proibidos seguindo a classificação de risco estadual, portanto, a Vigilância Sanitária continuará fazendo fiscalizações regulares. Serão desenvolvidas, ainda, ações de fiscalização para visitação da Ilha do Campeche e na Costa da Lagoa em conjunto com a Fiscalização de Transportes e Guarda Municipal. Nas últimas semanas a Vigilância já começou a operação atuando na Costa da Lagoa. Será mantida a barreira sanitária no Aeroporto Internacional.

Praias – Junto com a Secretaria de Patrimônio da União em Santa Catarina está verificando a capacitação de ambulantes para que os mesmos instalem guarda-sol, com distanciamento, intercalados por bandeirinhas na faixa de areia. A bandeira estará com a frase: “local reservado para você, respeitar o distanciamento social é respeitar o próximo”. A princípio, a proposta é de que haja 5 metros de distância entre cada guarda-sol.

A ação também contará com, em média, 20 profissionais por turno para orientar e sensibilizar a população nas praias sobre protocolos sanitários. Os profissionais usarão camisetas com frases como: “a pandemia não acabou”, “respeite o distanciamento social”, entre outras, para orientar a população.

Leave A Comment